5 peças para assistir no Porto Verão Alegre

Se você vive reclamando que não tem nada para fazer em Porto Alegre e na Região Metropolitana em Janeiro e […]

Se você vive reclamando que não tem nada para fazer em Porto Alegre e na Região Metropolitana em Janeiro e Fevereiro, lembre-se  do que o Gentil do Programa Cafezinho diz: “CALA A BOCA, TROXA”. Está acontecendo uma das melhores ideias já pensadas aqui no Rio Grande do Sul: o Porto Verão Alegre.

O Festival tem um conceito simples: até 19 de fevereiro, diversas peças de teatro ocorrem em Porto Alegre.  Drama, Comédia, Questionamentos Existenciais e Concertos Musicais enchem a nossa capital de emoção, te convidando a colocar um pouco mais de arte na tua vida.

No entanto, preste atenção nas datas: nem todas as peças ficam mais de três dias, portanto é melhor correr para garantir seu ingresso. Aqui tem uma lista de peças que eu recomendo (até porque eu também vou dar uma passada por lá).

Bailei na Curva 

Bailei na Curva mostra a trajetória de sete crianças, vizinhas na mesma rua em abril de 1964. Como pano de fundo, ocorre o golpe militar. Divertido sob o ponto de vista da pureza e ingenuidade das personagens que enfrentam as transformações do final da infância, adolescência e juventude.

Nesta peça, o Edu Mendonça, apresentador do Cafezinho, participa como Torugo e a Freira.

A Comédia dos Erros 

A crise de identidade sob o ponto de vista cômico é o tema central desta obra de Shakespeare, provavelmente a primeira peça escrita pelo dramaturgo inglês, que se desenvolve em torno de dois pares de gêmeos idênticos: os dois Antífolos  e seus criados Drômios, separados na infância durante um naufrágio e levados a cidades diferentes, cada patrão com seu servidor.

Os Homens do Triângulo Rosa 

O tema desse premiado espetáculo é a perseguição aos homossexuais pelo regime nazista, na Alemanha. Triângulo rosa era a forma como esses homens eram chamados nos campos de concentração, discriminados até mesmo pelos outros internos. A peça conta a história de sobreviventes que sofreram com a brutalidade e a intolerância, mas que poderiam encontrar, mesmo em condições tão terríveis, um lugar para a solidariedade e o amor. Espetáculo de grande força e contundência emocional, que abre espaço para a poesia e a esperança, é um grande sucesso de público desde sua estreia em 2014.

Beatles em Concerto 

Beatles em Concerto, através dos arranjos de Daniel Wolf, se utiliza da linguagem erudita para tocar a música dos Beatles. Uma releitura e uma visita a esse universo pelo simples prazer de se fazer boa música. Três músicos unem-se para uma viagem ao mundo mágico da música dos Beatles.

A Partícula de Deus 

Galileu Galilei, um dos maiores cientistas de todos os tempos, foi condenado pela Inquisição a renunciar as idéias heliocentristas, propostas por Nicolau Copérnico. Porém dizem que a encrenca com a Igreja ocorreu por ele ser um atomista. Galileu defendia que a matéria era composta por partículas indivisíveis e que entre elas havia o nada, a ausência de Deus. Peter Higgs, outro grande cientista, ganhou o prêmio Nobel de Física em 2012. Ele descreveu o bóson, uma partícula atômica que oferece massa às moléculas. Denominada a Partícula de Deus, ela ocupa o espaço entre uma partícula e outra. Esta peça construiu uma ponte no tempo entre estes dois grandes cientistas, e você está convidado a participar desse encontro histórico que nunca aconteceu e, por isso mesmo, tão promissor.

Confira nos links os horários, locais e dias das peças. Existem muitas outras acontecendo, só conferir no site deles e escolher a que você não pode perder!

http://portoveraoalegre.com.br/

SOBRE O AUTOR

Ana Szezecinski

Aquela do sobrenome complicado e que usa protetor solar 50. Jornalista.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.