3 Motivos para assistir “A Música da Minha Vida”

“A Música da minha vida” conta a história de um jovem que tem sua vida mudada após conhecer a orba de Bruce Springsteen

A Música da Minha Vida” (no original “Blinded by the light”) estreiou hoje nos principais cinemas do país. O filme conta a história de um jovem muçulmano britânico que descobre inspiração e luz nas músicas de Bruce Springsteen para lidar com as questões da adolescência e de racismo.

Na década de 80, Javed é um adolescente de origem paquistã que vive com a família na pequena cidade de Luton, na Inglaterra. Diferente dos seus colegas, ele não pode ir à festas, consumir filme ou músicas que não sejam muçulmanos e nem fazer nada que seu pai, totalmente conservador, não permita. Em paralelo à isto, ele tem o sonho de se tornar escritor, viajar para outros países, e além disso, mantem um diário de poesia desde a infância. Porém, sua vida entediante muda totalmente quando um amigo lhe apresenta as fitas cassete do Bruce Springsteen.

1. Jornada previsível, porém emocionante 

Javed cria identificação imediata com as música de Springsteen. Nelas, ele vê esperança, motivação, alternativa. No final dos anos 80, a pequena cidade inglesa ainda é alvo de protestos nazistas e preconceituosos, o que faz com que ele e sua família enfrentem situações perigosas. Este cenário difícil, combinado com todas as inseguranças de um adolescente acabam contornados pela inspiração na música. Através de letras como “Born to Run“, “Blinded by the light” e “The Promise Land, Javed volta a acreditar e a perseguir não só seu sonho de escritor, como também de um mundo melhor. 

Para isso, Javed conta com o apoio de uma professora e a politizada Eliza, que depois vira sua namorada. Assim, o personagem encontra um significado maior na vida e encontra inspiração para escrever suas próprias poesias e textos. 

2. Trilha sonora que agrada fãs e não-fãs

A Música da Minha Vida” é uma história real baseada no livro “Greetings From Bury Park“, do jornalista e locutor Sarfraz Manzoor. Sarfraz conta sua própria história de superação através das músicas do Springsteen, além de incentivar o espectador a perseguir seus objetivos. Obviamente o filme tem bastante destaque para as músicas do cantor americano, sem soar enjoativo.

Também fazem parte da trilha sonora do filme outros artistas relevantes na década de oitenta como Pet Shop Boys e A-HA, além de outras músicas interpretadas pelo próprio elenco. Eu pessoalmente, não conheço muito da obra do Bruce Springsteen, mas gostei muito de conhecer as músicas presentes, além de ter uma “passagem” mesmo que rápida, pelos discos do artista. 

Saiba mais sobre o filme “Boheamian Rhapsody”, que conta a história do Freddie Mercury

3. Você sai do “A música da minha vida” se sentindo feliz e inspirado

Impossível sair da sala de cinema sem sorrir ou se sentir incentivado. O filme aborda os temas como preconceito, dependência familiar, bullying e inseguranças de formas muito leves. A transformação do personagem através das músicas e dos próprios sonhos é verdadeira, sensível e muito bonita. Eu pessoalmente, sou uma pessoa com muitos ídolos na música, então senti uma identificação com o filme tal como o personagem sentiu com as músicas do Springsteen. Me deu muita vontade de conhecer o resto da obra do cantor, aliás.

A maior identificação é que Javed encontra nas músicas dramas e sonhos de um homem real, de carne e osso. Uma pessoa assim como ele. “A Música da minha vida” é um filme humano, sobre auto-conhecimento, sonhos e amor.

Ficou curioso(a) pra assistir? Depois me conta aqui o que achou!

SOBRE O AUTOR

Maria Eduarda Michael

Publicitária apaixonada por shows e pelo U2.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.