Anne with an E: preparado para mergulhar no século 19?

“Anne with an E” é uma série produzida pela Netflix. A história se passa no século 19 e tem como protagonista uma garota à frente de seu tempo.

Há algum tempo a Netflix vem investindo em produções pessoais e, diga-se de passagem, está mandando muito bem. Um desses títulos é “Anne with an e”, que no mês passado ganhou sua segunda temporada.

Antes de tudo vou te explicar um pouquinho mais dessa história. A série é baseada no livro “Anne de Green Gables” e nos leva a uma viagem no tempo diretamente para o final do século 19. A trama conta a vida de Anne Shirley, uma garotinha órfã de cabelos ruivos, com muita, mas muita imaginação que é adotada, por engano, por um casal de irmãos. Matthew e Marilla Cuthbert na verdade queriam um menino para ajudar nas atividades da fazenda, mas acabam não tendo coragem para desfazer a troca. Eu entendo eles, afinal não tem como não se apaixonar por ela.

Vamos conhecer mais da Anne

A primeira coisa que você precisa saber é que: nos 10 primeiros minutos da série a Anne vai falar mais do que provavelmente você já falou em toda a sua vida. Sem exageros.

Fora isso, ela ama ler, criar histórias e não se satisfaz em apenas ajudar nas atividades domésticas. Nossa protagonista é uma verdadeira “girl power”. Logo no início do primeiro episódio já podemos notar isso. Na cena, Anne questiona o porquê de não poder ajudar nas atividades da fazenda só por ser menina: “eu sou tão forte como um menino e prefiro ficar ao ar livre do que enfiada em uma cozinha”. Afrontosa, né?

Anne belíssima com a sua coroa de flores.

Anne belíssima com a sua coroa de flores.

Porque você precisa assistir Anne

A série também fala das mudanças que estavam ocorrendo na sociedade da época e a posição da mulher nesse período. Tudo isso através do olhar de uma criança, o que torna a discussão muito mais interessante. Uma cena marcante é quando, durante uma reunião de mães, uma das personagens lê a palavra “feminismo” e outra questiona: “que palavra bonita, o que significa?”, dando um panorama das questões que estavam sendo levantadas na época.

Aquela famosa foto espontânea sorrindo para o nada.

Aquela famosa foto espontânea sorrindo para o nada.

A série tem um abertura incrível e fotografias lindas, sem falar nos cenários que são de tirar o fôlego. A protagonista é mega cativante e fez eu me apaixonar por ela logo na primeira fala: “por que as piores lembranças são as mais insistentes?”. Falando nisso, a série é cheia de frases dignas de legenda no Instagram. Então, eu sugiro que você fique com o bloco de anotações aberto.

LEIA MAIS: 5 filmes de empoderamento feminino que você TEM que ver

LEIA MAIS: Séries antigas que amamos e recomendamos assistir

A história me envolveu muito e me fez refletir sobre como cada pessoa lida com seus traumas. A Anne, por exemplo, usa a imaginação. O autor conseguiu desenvolver tudo com muita delicadeza. Ao mesmo tempo que temos cenas engraçadas, também temos outras que provocam reflexões. É legal ver também como as coisas funcionavam naquela época. Eu, por exemplo, achei o máximo quando a cidade toda se uniu para apagar o fogo de uma casa.

Um dos cenários lindos da série.

Um dos cenários lindos da série.

Bom, eu poderia ficar horas aqui dando motivos para você ver a série, mas acho que esses são suficientes. Anne se tornou umas das melhores histórias que já assisti e me fez querer ter um vestido de mangas bufantes (vai ter que ver a série para entender hihi).

“Se você tem grandes ideias, tem que usar grandes palavras para expressá-las” – Anne Shirley

SOBRE O AUTOR

Eduarda Toledo

Estudante de Jornalismo, apaixonada por Artes Cênicas e, agora, blogueirinha.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.