Conheça artistas que apoiam a comunidade LGBT

Artistas que mostram que não há nada de errado em ser quem você é

Dia do Orgulho Gay não pode passar despercebido, ainda mais com tantos desafios que a comunidade LGBT enfrenta. Em uma época de luta por aceitação a pelo amor, separamos artistas que se envolveram com a comunidade para mostrar que não há nada de errado em ser quem você é – e ter MUITO orgulho disso.

Antes de mais nada, pode colocar o fone de ouvido para ouvir as músicas dos artistas enquanto lê.

 

Artistas que apoiam a causa LGBT

 

Lana Del Rey

Embora a Billboard tenha escolhido Ariana Grande como a nova musa da comunidade LGBT, é de Lana Del Rey que lembramos primeiro. A Billboard já listou os motivos dela ser musa, mas sempre dá pra lembrar: desde enfrentar dificuldades na carreira, como o álbum Born To Die que não foi recebido bem pela crítica, até o grande envolvimento com os fãs e seus próprios problemas. As próprias músicas de LDR envolvem sentimentos reprimidos, tristeza e liberdade. Sua melancolia é a principal marca das suas canções, assim como o empoderamento sexual.

 

Hayley Kiyoko

Com letras que demonstram grande orgulho em ser gay, Hayley Kiyoko despontou na indústria musical como um ícone forte. Mesmo iniciando a sua carreira com participações em filmes da Disney, Hayley não seguiu os padrões esperados. Invés de tratar as composições como “fetiche”, sua música trata de amor, solidão, superação e conflito. Certamente, sempre conectando a necessidade de queda de barreiras homofóbicas da sociedade.

 

Frank Ocean

Um álbum inteiro falando sobre a dor de um coração partido não deveria chocar tanto a indústria musical, mas foi isso que aconteceu com Frank Ocean. Com o uso direto de pronomes masculinos em músicas sobre amor, Ocean utilizou sua música para tratar da sua maior dificuldade: admitir seus reais sentimentos para o mundo. Inegavelmente, segundo o site Plano Aberto, começou a ser visto com temas semelhantes daqueles que conviveram com os mesmos fenômenos que ele, com as mesmas dores e as mesmas alegrias o que o eleva do espectável ao consumível.

 

 

Sam Smith

Além de encantar o mundo com I’m not the only one, Sam Smith é o segundo homem assumidamente gay a ganhar o Oscar. Com prêmio de Melhor Canção Original por “Writing’s On The Wall” do filme “007 contra Spectre”, o cantor entrou para a história da comunidade LGBT. Contudo, outros gays assumidos já levaram o Oscar, como o cantor Elton John (trilha de “O Rei Leão”), que assumiu ser bissexual em 1976.

 


O seriado que te faz sentir bem

Pode não ser uma história tão envolvente quanto Sense8, mas te faz querer ser a melhor versão de si mesmo. Com a segunda temporada de “Queer Eye” já na Netflix, os Fab5 trazem maneira de melhorar a vida inteira de uma pessoa “sofrida”. Eles ensinam novas ideias para o guarda-roupa, casa, culinária, social e estética. Além disso, se envolvem em educar o público ao compartilhar seus medos, vitórias e histórias de superação.

 

SOBRE O AUTOR

Ana Szezecinski

Aquela do sobrenome complicado e que usa protetor solar 50. Jornalista.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.