As maiores curiosidades da franquia Residente evil, que você não sabia!

Esses dias estava lembrando dos primeiros jogos de Resident Evil e muita coisa rolou durante a produção dos jogos, como […]

Esses dias estava lembrando dos primeiros jogos de Resident Evil e muita coisa rolou durante a produção dos jogos, como fofocas, brigas entre os produtores e muito easter egg.

O primeiro jogo foi lançado em 96 e sua continuação foi lançada em 98 e houve muitas curiosidades que provavelmente você não sabia e claro que eu vou contar algumas:

-Ele foi o primeiro game a trazer dois CDs, um para o personagem Leon S. Kennedy (policial da cidade) e outro para Claire Redfield (irmã do herói do primeiro Resident. Dependendo de qual você inicia o jogo, a história apresenta pequenas mudanças;

-Antes do Resident Evil 2 ser lançado, a desenvolvedora  japonesa Capcom trabalhava no Resident Evil 1.5. Nele, ao invés de Claire você controla Elza Walker e há vídeos exibindo uma jogabilidade e uma cidade diferente da oficial;

-Há uma loja no jogo chamada Arukas. É o nome da personagem Sakura, de Street Fighter, ao contrário;

-Os comerciais em live action do Resident Evil 2 foram produzidos por George A. Romero, famoso pelos filmes B Diário dos Mortos, Dia dos Mortos e outros. Ele também foi escalado para dirigir os filmes da série Resident Evil estrelados por Milla Jovovich, mas a direção parou nas mãos do desastroso Paul W.S Anderson;

-Durante a cena em que encontramos o personagem Marvin deitado no chão, ele está em baixo de um armário chamado “JoJo” em sua placa. Trata-se de uma referência ao anime JoJo´s Bizarre Adventure, assim como o Joseph do primeiro jogo também teve este nome em homenagem ao mesmo desenho japonês;

-Depois de ser lançado com exclusividade no PlayStation, ports do mesmo título chegaram para PC Windows, Nintendo 64, Dreamcast e GameCube;

-O game tinha uma versão DualShock, dedicada ao controle da Sony que vibrava automaticamente diante de zumbis;

-A ordem canônica do game é iniciar com Claire no disco 2 e voltar para Leon no disco 1. Nessa sequência, a personagem Ada Wong, amante de Leon Kennedy e espiã, finge a própria morte. Caso contrário, o enredo caminha para um paradoxo em que ela morre;

-Hunk e Tofu Survivor são modos extras do game com novos personagens;

-O G-Vírus é uma evolução do T-Vírus do primeiro jogo;

-No primeiro final de semana de lançamento, o game vendeu 380 mil cópias e embolsou US$ 19 milhões;

-Um RE2 foi desenvolvido para Sega Saturn, mas abandonado em outubro de 1998 por problemas técnicos;

-O port para Dreamcast permitia que o jogador visse os estados do seu personagem no cartucho de memória visual;

-A produção ficou nas mãos de um grupo de 50 pessoas que seriam conhecidas como a Capcom Production Studio 4;

-Mikami, o criador da franquia, teve desavenças com a direção de Kamiya, dividindo a equipe com sua influência;

-As mortes na versão norte-americana são mais sanguinárias do que na versão japonesa;

-O nível de dificuldade da versão americana também é superior;

-William Birkin, pai de Sherry, era um dos prodígios da Umbrella ao lado de Albert Wesker e foi criador do T-Vírus. Mas ele se torna uma abominação graças ao potente G-Vírus;

-O experimento Nemesis, antagonista de Resident Evil 3, se passa na mesma Raccoon City de Leon e Claire, mas com Jill Valentine;

– Resident Evil foi inspirado no game Sweet Home do NES, também da Capcom

 Essas foram algumas curiosidades sobre essa franquia que eu amo tanto e que já está a anos ai fazendo história.

SOBRE O AUTOR

Nicolas Esquirio

Publicitário em andamento, editor do blog Pixelados, faço dois podcasts bem maneiros e dois canais!

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.