Cafezinho 01/07: Confira os assuntos mais comentados

Após adoção, Michelle Bolsonaro lamenta devolver cão de estimação Nos últimos dias, um cãozinho estava fazendo a alegria da primeira-dama, […]

Após adoção, Michelle Bolsonaro lamenta devolver cão de estimação

Nos últimos dias, um cãozinho estava fazendo a alegria da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e de toda família do presidente. Batizado de Augusto Bolsonaro, o pet foi encontrado nas imediações do Palácio do Planalto, antes de ser adotado por eles.

A primeira-dama, no entanto, precisou se despedir do novo companheirinho. Augusto será devolvido aos antigos donos, depois deles o terem localizado. Fato é que Michelle Bolsonaro se despediu do cãozinho numa mensagem postada por ela na internet.

A mensagem da primeira dama foi postada na página criada recentemente e dedicada a Augusto. Na descrição, diz que o cão, de pelugem branca e da raça pastor-maremano, foi achado no último dia 19.

Confira aqui a matéria na íntegra.

Otto Guerra é um dos novos membros da Academia de Hollywood

Na última terça-feira, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou novos integrantes e entre eles está o cineasta gaúcho Otto Guerra. Com isso, o cineasta passa a ser um dos 819 novos integrantes a votar no Oscar. “A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas está estendendo convites para se juntar à organização a 819 artistas e executivos que se destacaram por suas contribuições aos filmes.

Diretor de animações premiadas como Rocky & Hudson (1994), Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock’n’Roll(2006), Até que a Sbórnia nos Separe (2013) e A Cidade dos Piratas (2018), Otto Guerra postou em sua rede social “No meio da quarentena, ciclone e frente fria, recebo a notícia de que sou o mais novo membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. O Oscar, aquele eheheheh Só me resta beber. Tim-tim!”.

Confira aqui a matéria na íntegra.

Entregadores param hoje e fazem desafio à economia dos aplicativos

Parte dos entregadores fará hoje uma paralisação nacional com exigências a apps como iFood, Rappi, Uber Eats e Loggi, em um novo desafio à chamada “economia de bico” no Brasil. A previsão é que a manifestação ocorra em vários estados do Brasil —inclusive com atos físicos em alguns— e que chegue até a outros países. Além da paralisação, entregadores pedem para que usuários de serviços de delivery não peçam nada ao longo da quarta-feira, em apoio ao movimento.

Essa será uma nova tentativa de os prestadores de serviços a apps chamarem atenção para problemas na relação entre empregador e empregado.

O movimento começou a ser desenhado nos últimos meses com alguns pequenos protestos e, segundo entregadores, surgiu de forma orgânica em grupos de WhatsApp devido à revolta contra as plataformas. A principal reclamação deles é sobre a precariedade do trabalho, que muitas vezes envolve trabalhar muito e ganhar pouco.

Confira aqui a matéria na íntegra.

SOBRE O AUTOR

Rádio Mix

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.