Os casos mais bizarros de Grey’s Anatomy

Durante esses 13 anos de Grey’s Anatomy nós já choramos muito, mas também vimos vários casos bizarros. Que tal relembrar alguns deles?

Nesses 13 anos de existência, Grey’s já nos fez chorar, rir, sentir nojo, chorar, gritar e chorar mais um pouco, mas nem só de lágrimas vivem os cirurgiões. Durante as, até então 14 temporadas, nós também acompanhamos casos bem peculiares e descobrimos doenças que não fazíamos ideia que existiam. Pensando nisso, eu resolvi relembrar alguns desses pacientes.

Pega o seu bisturi e vamos fazer uma visita ao Seattle Grace.

Caso do garoto no concreto

Estamos na quarta temporada, episódio 16. Está tudo bem no hospital – tirando o fato da Ava/Rebeca ainda estar na série – até que chega um paciente no trauma. A Dra. Torres é chamada junto com Hahn, Bailey, Sloan e Yang, que conseguiu o caso graças ao pager brilhante. Quando entram na sala se deparam com um garoto preso em um enorme bloco de concreto.

Andrew mostrando que não fazer quando se gosta de alguém

Andrew mostrando que não fazer quando se gosta de alguém

Andrew Langston tem 19 anos e foi desafiado por alguns colegas da faculdade a entrar em um tonel de cimento. Para impressionar uma garota, ele resolve aceitar o desafio. Aqui temos um belo exemplo do que NÃO fazer quando se está afim de alguém.

Os “amigos” demoraram 1 hora para chamar a emergência e a equipe de resgate demorou mais 3 horas para remover ele do local, por isso a luta dos médicos é contra o relógio. Se ele ficar muito tempo ali o cimento vai começar a se contrair e comprometer alguns membros. Mas, diferente do que nós meros mortais pensamos, não é só retirar o bloco. Qualquer atitude errada pode comprometer a vida dele.

O caso se agrava quando os médicos percebem que Andrew está tomando muita água, mas não tem por onde ela sair. Digamos que a bexiga dele corre o risco de explodir, “só” isso. Outras complicações aparecem e o caso se estende para dois episódios, mas eu não vou dar spoiler. Acredito que vale a pena ver só pelo discurso da Bailey.

Caso do homem grávido

Voltando um pouquinho, agora nós estamos na temporada dois, episódio sete. Izzie, Yang e Meredith roubam um caso que estava sendo analisado pela psiquiatria. O paciente é Shane Herman. Ele apareceu no hospital com suspeita de gravidez, tudo bem até aí, tirando o fato de ele ser um homem.

Shane esperando um Enzo ou uma Valentina

Shane esperando um Enzo ou uma Valentina

Para deixar o caso ainda mais engraçado, a mulher de Shane também está grávida. As médicas começam a fazer exames e no meio disso surge a rainha Bailey e o cara da psiquiatria, que sempre está presente, mas eu nunca sei o nome. Começa aí uma longa discussão sobre o caso até que Izzie nota que o teste de gravidez que o Shane fez deu positivo.

A Addison é chamada para analisar o paciente e afirma que não tem como ser um bebê, mas que eles precisam saber o porquê do palito ficar azul. No meio da tomografia os médicos notam que a “coisa” que está na barriga dele tem dentes. Pois é, só fica mais bizarro.  Eu poderia dizer o que era, mas tenho uma política anti spoiler.

Caso das bonecas Judys

Continuamos na temporada dois, mas agora no episódio dois. Quando somos pequenos, nós temos a mania de querer comer coisas estranhas, certo? Mas imagine engolir 10 cabeças de boneca.

Chega ao hospital um caso de obstrução intestinal. A Grey é chamada para cuidar do paciente e desconfia que ele tenha ingerido drogas. Sr. Hubble não quer falar de jeito nenhum o que comeu.

As 10 cabeças de Judys engolidas por Hubble

As 10 cabeças de Judys engolidas por Hubble

Depois de um raio-x os médicos descobrem 10 “balões” no intestino dele. A princípio todos concordam que são drogas, mas Karev nota rostinhos nos supostos balões. Eram cabeças de Judys, uma boneca bem famosa, estilo Barbie, que tinha várias profissões. A equipe resolve fazer uma laparoscopia para retirar os objetos, mas o que todo mundo quer saber é porque ele engoliu aquilo, inclusive eu.

Caso do homem árvore

Agora nós estamos na temporada sete, episódio três. Esse foi um dos casos que me causou mais estranhamento e nojo, confesso.

Falei que o caso do Jerry era sério

Falei que o caso do Jerry era sério

Um carro para na vaga de ambulância do hospital e uma mulher fica gritando para que o marido saia de dentro dele. Os médicos chegam e conseguem convencer ele a sair do veículo. Até aí tudo bem, até que ele se vira.

O rosto de Jerry é coberto por verrugas e as suas mãos parecem galhos de árvore. O caso parece bem exagerado, mas tem uma explicação. O Dr. Sloan fala que em algum momento do passado Jerry contraiu HPV e que, em casos raros como o dele, o vírus causa uma diminuição da imunidade e favorece a evolução das verrugas que crescem sem controle.

Durante a cirurgia de remoção, sai de dentro da crosta que tem na mão dele uma aranha, sim, uma aranha. No fim, foram retirados 5 kg de “coisas”, mas não acaba por aí. Os médicos percebem uma complicação e a vida dele sofre várias mudanças.

Caso do transplante fecal

Estamos na temporada cinco, episódio nove. Se você estiver comendo eu sugiro parar por aqui e voltar mais tarde.

Chega no hospital Lauren Hermmer e seu marido Seth. Ela é hipocondríaca e está se queixando de dores abdominais. Digamos que no mesmo instante que a comida entra, ela também sai. O Dr. Karev descobre que ela se automedicou e isso exterminou todas as bactérias boas do seu corpo.

Bom, agora eles precisam colocar essas bactérias novamente e como fazer isso? Através do que eles chamam de “transplante fecal”. Sim, é isso mesmo que você está pensando, sem mais detalhes. Para piorar a situação, é necessário introduzir um cateter no nariz para ele descer até o estômago. Por isso, fica a dica, não se automediquem. No fim, dá tudo certo e como sempre a série dá aquela lição de moral.

Leia mais: The Big Bang Theory dará adeus em 2019

Leia mais: O sucesso de “Para Todos os Garotos que Já Amei”

Esses foram alguns dos casos que me marcaram durante a série. Se você lembrar de mais algum, comenta aqui embaixo. Ah e no dia 1º de setembro vai estrear a 14º temporada na Netflix. Nós vamos poder ver o desdobramento da chegada da irmã do Owen no hospital e nos despedir da Arizona e da April. Então, pega o jaleco, prepara a pipoca e se programa para maratonar no sábado.

SOBRE O AUTOR

Eduarda Toledo

Estudante de Jornalismo, apaixonada por Artes Cênicas e, agora, blogueirinha.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.