Michael Jackson: conheça a obra do rei do pop

No dia em que o rei do pop estaria completando 60 anos, entenda quem ele foi e que músicas você deve ouvir para conhecer mais a obra de Michael Jackson.

Não é todo mundo que tem o direito de receber o título de rei. Mesmo que em grande parte do mundo a monarquia já seja algo do passado, na música isso é diferente. A realeza é levada muito a sério e qualquer sugestão de transferir o título para outro artista já gera muito desconforto. Enquanto Elvis Presley possui a eterna coroa de Rei do Rock, o trono de Rei do Pop é de Michael Jackson.

Para você ter noção, crianças que estão no terceiro ano na escola estavam nascendo quando Michael morreu, em 25 de junho de 2009. Enquanto hoje, 29 de agosto, ele estaria comemorando 60 anos. A morte foi inusitada e trágica: intoxicação por elementos químicos em remédios. Tempos mais tarde foi revelado que o artista tinha dependência em remédios.

Mesmo com polêmicas em vida, é inegável que ele contribuiu muito para a indústria e a história da música. Porém, na semana passada, o álbum Thriller  foi desbancado pela coletânea dos primeiros sucessos dos Eagles. Segundo uma classificação divulgada pela Associação da Indústria Fonográfica da América, o grupo californiano agora tem o álbum mais vendido de todos os tempos.

Inegavelmente, seus sucessos são marcantes. Desde o moonwalk até a dança icônica do Thriller” feita por zumbies, Michael era perfeccionista. Sua exigência com dançarinos e com toda a produção era conhecida em todo lugar. E esse é um dos seus motivos para tamanho sucesso.

 

Se você não está familiarizado com a obra dele e se interessa, além dos clássicos “Billie Jean” e “Smooth Criminal” existem outros hits que marcaram sua carreira.

 

Clipes para conhecer Michael Jackson

They Don’t Care About Us (1996)

Tanto o clipe quanto a letra marcam a realidade de muitos países: desigualdade social. As gravações foram feitas no Rio de Janeiro, na última vez que o artista esteve no Brasil. Segundo a Folha de São Paulo, a letra fala de violência, frustração, sensação de invisibilidade por conta de direitos ignorados.

 

 

Say Say Say (1983)

Sim, ele compôs uma música com o ex-Beatle Paul McCartney. O hit superou clássicos como Billie Jean e Thriller, e esteve seis semanas no primeiro lugar na primeira posição e 18 dentro do Top 40 da Billboard. Tanto o tom das vozes quanto a história do clipe chamam a atenção por serem inusitadamente perfeitas.

 

Bad (1987)

Michael era envolvido em criar músicas que debatiam a formação da sociedade e seus dilemas. Sob a direção de Martin Scorsese, o clipe tem originalmente 18 minutos. A história é simples, mas com uma coreografia complicada. “Bad” narra os desafios de rua e de raça nos anos 80.

 

 

Infelizmente, não podemos saber o que seria da música se Michael Jackson estivesse vivo e contribuindo com a indústria nesses últimos quase 10 anos. Porém, sabemos que o mundo não seria o mesmo sem a presença dele em nossas histórias. Em 2020, um musical vai ser lançado em sua homenagem na Broadway.

SOBRE O AUTOR

Ana Szezecinski

Aquela do sobrenome complicado e que usa protetor solar 50. Jornalista.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.