ENTREVISTA EXCLUSIVA “CPM 22: a banda que ultrapassa gerações”

Saiba como foi o show do CPM 22 em Porto Alegre em julho de 2018. Além disso, conversamos com os músicos sobre a turnê e muito mais.

Opa! Na quinta-feira, 26 de julho, Porto Alegre recebeu novamente a tradicional banda brasileira de hardcore CPM 22. Eu tive a oportunidade de estar lá e ainda consegui trocar uma palavrinha com os caras na saída do show!

O CPM 22 trouxe pro Bar Opinião a turnê do disco “Suor e Sacrifício” lançado em 2017. O álbum, cujo single “Ser Mais Simples” estourou no lançamento, foi bem recebido pelos fãs. Além de contar com outras músicas muito boas como “Destemido” e “Combustível”. Destaco principalmente a emocionante “Honrar teu nome”, feita em homenagem ao pai do vocalista.

Atualmente a banda está com sua formação mais concisa até hoje e o tempo de estrada só trouxe benefícios ao grupo. Badauí (vocal), Luciano Garcia (guitarra), Japinha (bateria), Fernando Sanches (baixo) e Phil Fargnoli (guitarra) estavam super animados e entrosados não só entre eles, mas com os fãs.

Primeiro show do CPM 22

Mesmo curtindo a banda desde o disco “Chegou a Hora de Recomeçar” (2002), foi a primeira vez que assisti ao vivo. Fiquei muito impressionada com a energia dos caras, a interação com a plateia e principalmente com a diversidade do público. Desde jovens até pessoas bem mais velhas, o coro nos clássicos era implacável.  Falo de “Dias Atrás”, “Um Minuto para o fim do mundo”, “Irreversível”, “Regina Let’s Go”, “Não sei viver sem ter você”. Esta é a maior prova de que a energia da banda atravessa gerações. Além disso, o CPM 22 também fez uma versão muito interessante de “Flores” dos Titãs. Aqui no Sul a banda ainda vai tocar em Caxias do Sul, e depois segue com a turnê para outras cidades pelo Brasil.

Leia também sobre o show do Simple Plan em Porto Alegre.

Confira abaixo a entrevista.

Conversei com o Badauí e com o Japinha sobre algumas coisas da turnê, e também de uma loucura que acontece próxima à grade do show. “Aqui já é considerado a nossa casa, já sabemos o que vamos encontrar!(…) Nós temos uma ligação muito forte com essa casa (Opinião), mas mesmo assim cada show tem uma história diferente”, disse o vocalista. Ambos os músicos demonstraram muita empolgação quanto à turnê, um carinho especial pela capital gaúcha e o que esperam dos próximos shows. Assista abaixo a entrevista completa:

Você já viu o CPM 22 ao vivo? Gostaria de ver? Me conta aqui nos comentários!

SOBRE O AUTOR

Maria Eduarda Michael

Apaixonada por shows e pelo U2.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.