Ed Sheeran sofre com nova acusação de plágio

Ed Sheeran foi acusado pela terceira vez por plágio na carreira, mas não foi só o londrino que já passou por essa situação.

Após atingir a marca de turnê mais lucrativa da história da música, parece que Ed Sheeran não teve o final mais desejado para a sua “Divide Tour”. Isso porque o ruivo mais amado da música pop foi condenado esta semana a pagar um valor aproximado de 20 milhões de dólares por supostamente plagiar a canção “Amazing” do cantor Matt Cardle. A acusação aponta que Ed teria plagiado a melodia composta pelo vencedor da sétima edição do “X Factor – UK” e transformá-la na tão queridinha “Photograph”.

 

 

Outros casos

Essa pode até ser a primeira vez que o cantor londrino é condenado de fato, mas acusações como essa não são novidades na carreira dele. Os hits “Shape Of You” e “Thinking Out Loud”, também são apontadas como possíveis plágios. Em “Shape Of You”, por precaução, Ed Sheeran resolveu dividir o crédito da canção com as reclamantes Kandi Burruss e Tinny Harrys, autoras da canção “The Scrubs”, lançada na década de 90, e com introdução bastante parecida ao sucesso do astro pop. O outro caso que corre judicialmente, envolve ninguém menos que Marvin Gaey, um dos maiores músicos do R&B americano. Aqui as canções “Lets Go It on”, lançada em 73, pelo americano, e “Thinking Out Loud” teriam inícios sutilmente parecidos.

Após o último episódio, Ed Sheeran anunciou que deve se afastar dos palcos por cerca de 18 meses. Coincidência ou não, o momento parece bastante propício para tirar o nome dos holofotes, não é mesmo? 

Mas se você acha que só Ed Sheeran sofre com acusações de plágio, está muito enganado!  

Relembre aqui 5 dos maiores casos de acusações de plágio da história da música pop. 

 

      1. “COME TOGETHER” – Beatles 

Isso mesmo, você não leu errado. BEATLES! Em 1969, os meninos de Liverpool foram acusados por Chuck Berry de copiarem a letra e a melodia da música “You Can´t Catch Me”. A situação foi resolvida através de um acordo extrajudicial mantido em sigilo. 

 

 

      2. “WANNA BE STARTIN’ SOMETHING” – Michael Jackson 

Dizem que errar uma vez é humano, errar duas… Bem, o Rei do Pop consegue entrar para essa lista de acusados DUAS vezes ao ter sido acusado nos anos 80 e mais recentemente em 2009 por plágio da música “Soul Makossa”, do camaronês Manu Dibango. Em 2009 a acusação veio logo após o cantor ceder os direitos para Rihanna samplear “Wanna be Startin’ Something”, sem pedir autorização ao saxofonista africano. Michael foi condenado a pagar 200 mil dólares pelo caso. 

 

 

      3. “ROAR” – Katy Perry 

Mais recentemente, Katy Perry foi acusada nas redes sociais pela cantora Sara Bareilles de plagiar a introdução de “Brave”. Apesar das semelhanças entre o início das canções e pressão dos fãs de Sara, a cantora preferiu não levar a acusação adiante e livrou Katy desse transtorno. 

 

 

      4. “LAST NITE” – The Strokes 

Recém anunciada como uma das Headliners do Loolapalooza 2020, a banda The Strokes também tem um episódio de plágio registrado na carreira. Mas aqui curiosamente a coisa se encaminhou de outra forma, já que Tom Petty resolveu se juntar com os Strokes para rir do ocorrido. Assim “Last Nite” e sua progenitora “American Girl” seguem seus caminhos livremente. 

 

 

      5. “VIVA LA VIDA” – Coldplay 

Desculpa se de alguma forma estamos estragando suas playlists preferidas, mas a culpa não é nossa. A banda britânica fecha a nossa lista com um de seus maiores sucessos: “Viva La Vida”. A acuação partiu do guitarrista Joe Satriani, que aponta a música dos londrinos como plágio de sua “If I Could Fly”, lançada em 2004. Apesar do Coldplay negar a acusação, uma quantia não divulgada foi paga extrajudicialmente ao guitarrista. 

 

 

Agora fica a seu critério até onde realmente as acusações fazem ou não sentido. Porque para nós o que importa é que quanto mais música melhor.  

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.