Expressões que vão te ajudar a entender os desenhos japoneses

Há muitos nomes usados para designar cada coisa num anime. Esta lista vai te ajudar a compreender o básico!

A primeira vez que me aventurei pelo Incrível Mundo dos Desenhos Japoneses (™), no longínquo ano de 2010, me deparei com uma infinidade de termos e expressões. E conforme eu me aprofundava mais sobre o assunto, mais termos apareciam, e ficava perdida. Aos poucos, com muita pesquisa, fui aprendendo sobre os significados e já não ficava perdida quando descobria algo novo sobre anime/mangá.

Pensando nisso, resolvi trazer a vocês os principais termos para se saber quando entra no mundo dos animes/mangás. Dessa forma, quem acabou de entrar na comunidade, pode ter uma melhor compreensão quando o assunto for abordado.

As expressões mais usadas nos animes e mangás

Pandora Hearts (é um shounen). Anime (acima) e mangá (abaixo).

Pandora Hearts (é um shounen). Anime (acima) e mangá (abaixo).

  • Anime/Mangá: o mais básico do básico é saber diferenciar anime de mangá. Anime (アニメ) vem da forma como animation é pronunciado em japonês (アニメーション, animeeshon). Mangá (漫画) é o equivalente a comics, e existe desde o século XIX. Anime é o desenho animado; mangá são os quadrinhos, a forma física, o livro.
  • Shounen: esta expressão é dada ao gênero voltado a garotos adolescentes. Shounen (少年) literalmente significa “garoto”. Normalmente tem muita ação, um protagonista engraçadão e mulheres sexualizadas. O protagonista tem um forte laço com amigos e família, fazendo de tudo para protegê-los. Sempre tem alguma espécie de habilidade/poder. Exemplos famosos são Dragon Ball, Cavaleiros do Zodíaco e Naruto.
  • Shoujo: esta expressão usada para os animes/mangás para garotas adolescentes. Shoujo (少女) significa “garota”. Tipicamente fala sobre romance, a personalidade da protagonista pode variar, mas muitas vezes são colegiais,  sendo tsundere ou submissas (eu sinceramente não aguento mais protagonistas assim). O interesse amoroso é um bishounen ou ikemen e também pode variar a personalidade, mas várias vezes é babaca e/ou controlador. Infelizmente, alguns vários shoujo têm os personagens construídos dessa forma. Porém, é claro, existem alguns que usam personalidades diferentes e é ótimo quando isso acontece. Tem um quê de renovação. Um shoujo que retrata bem o casal mina submissa/moleque babaca é Ookami Shoujo to Kuro Ouji. Um que se difere bastante do clichê é Ore Monogatari!. E um clássico é Ouran High School Host Club.
  • Bishounen/Bishoujo: essas expressões são usadas para um personagem bonito. Bishoujo (美少女) significa “garota bonita”, e bishounen (美少年) é “garoto bonito”. Um “homem bonito” (tipo, 20+ anos) pode ser chamado de ikemen (イケメン).
Personagem do anime Mirai Nikki, Yuno Gasai.

Eu sem LOL// eu com LOL. (Yuno, de Mirai Nikki)

  • Os “dere”: quando chamam um personagem de alguma expressão com o final dere, está se referindo a sua personalidade. Existem vários tipos de “dere”, mas duas mais famosas são tsundere e yandere. Tsundere (ツンデレ) se refere a um personagem que, no começo, é indiferente, frio, mas depois se mostra amável. É a junção das expressões tsuntsun (ツンツン, reservado, arrogante) e deredere (でれでれ, bajular, estar apaixonado). Um exemplo é Taiga Aisaka, de ToraDora. Já yandere (ヤンデレ) significa alguém amorosamente obsessivo com alguém, numa conotação não-saudável. O yan vem do verbo 病む (yamu), que significa “ficar doente; ter algo errado com (alguma parte do corpo)”. O exemplo mais conhecido é Yuno Gasai, de Mirai Nikki.
  • Otaku: no Brasil — na verdade, no Ocidente como um todo — esse termo é usado para quem gosta de anime e mangás de modo geral. Assim, temos a associação de que qualquer um que gosta da cultura pop japonesa é como aquele pessoal que apareceu no programa da Fátima Bernardes. A questão é: otaku, no Japão, é usado para alguém que tem um hobby obsessivo, não apenas para anime/mangá/jogos. Os cinéfilos, por exemplo, podem ser considerados otaku de filme. Se você gosta de assistir anime ou ler mangá, isso não te faz automaticamente um otaku. Se você escuta uma banda, mesmo que o faça com uma certa frequência, isso não te faz fã dela, né? É a mesma coisa!

Estes são apenas alguns dos vários termos usados para classificar as várias partes que compõem o mundo dos animes/mangás. Quanto mais se aprofunda, mais se conhece sobre. Comentem embaixo se quiserem saber mais!

SOBRE O AUTOR

Rafaela Hermes

Meme queen, lolzeira. Estudante de jornalismo e edito vídeos. "Anime was a mistake".

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.