Lady Gaga: uma década de muito sucesso

Há 10 anos, Lady Gaga lançou seu primeiro hit – Just Dance. O single foi um sucesso e era apenas o início.

Este é um ano bem especial para a Lady Gaga, além de completar 10 anos de carreira faz também 10 anos que seu primeiro álbum foi lançado. E para comemorar com chave de ouro Gaga estreará como protagonista no cinema em um musical. Isso mesmo: vamos poder desfrutar da voz de Gaga o filme inteiro.

O musical contará com 34 músicas: 9 cantadas por ela; 6 por Bradley Cooper; 5 duetos de ambos e 15 canções com todos do elenco. Vamos combinar que Gaga é perfeita para o novo trabalho. A artista é extremamente versátil. Canta, dança e atua muito. Foi a única artista a se apresentar no Oscar, no Grammy e no Super Bowl no mesmo ano. Convenhamos, ela é uma artista completa!

 

Relembre a carreira da estrela pop 

Em 2008 o mundo conheceu o hit Just Dance, com participação de Colby O’Donis e Akon. A canção teve um ótimo desempenho nas paradas de sucesso, mas não por conta deles e sim por causa da voz principal da música, que viria a se tornar uma das mais fortes da indústria fonográfica nos anos seguintes.

 

 

Just Dance foi a porta de entrada para o sucesso de Gaga. Sua primeira apresentação ao vivo aconteceu no Miss Universo, em 2008, quando Gaga era apenas uma cantora desconhecida. Depois disso, a música foi sucesso total e apresentou a cantora para o mundo. O single ficou no topo das paradas em diversos países e recebeu uma indicação ao Grammy na categoria de Melhor Gravação Dance.

 

10 anos do álbum The Fame

Só entre os anos de 2008 e 2009 foram cinco singles que marcaram presença nas paradas mais importantes da indústria, entre eles “Poker Face”, “Paparazzi”, “Love Game”. Todos eles integravam o álbum de estreia de Gaga, o icônico The Fame. O álbum rendeu a Gaga os dois primeiros de seus seis prêmios Grammy, por Melhor Álbum Eletrônico/Dance e Melhor Gravação de Dance, por Poker Face. Que foi o segundo single de Gaga, é teve um sucesso ainda maior. A canção ficou no topo das paradas mundiais.

O capítulo seguinte da carreira de Gaga, The Fame Monster, de 2009, retrata o oposto do que ela narrou em The Fame. Enquanto o álbum de estreia era uma exploração musical do desejo de Stefani pela fama, sexo, drogas e poder, o segundo tratava do outro lado do sucesso, saboreado por Lady Gaga. As músicas sobre o lado sombrio da celebridade seriam parte de uma versão deluxe de The Fame, mas a obra tornou-se um álbum autônomo. O segundo álbum conta com o single “Alejandro” e é sobre Gaga dizendo adeus a seus ex-amantes, Alejandro, Fernando e Roberto. A música tem um refrão bem marcante daqueles que você ouve uma vez e depois se pega cantando sozinho.

 

Discurso de aceitação e amor

Em 2011, Gaga lançou o álbum “Born This Way”, que foi um divisor de águas em sua carreira. A canção, com o mesmo nome do álbum, trata de temas como amor próprio e aceitação. Ela acabou se tornando o maior hino da comunidade LGBTQ da carreira de Gaga. Se tem uma bandeira que Gaga levanta como nenhuma outra celebridade é a dos direitos dos gays. Nenhum outro artista pop foi tão explícito ao falar sobre o tema e participar de ações políticas em prol dos direitos deles como Gaga.

 

 

O musical Nasce Uma Estrela

Esse é o primeiro musical de Gaga e tem tudo para ser um sucesso. A estreia está mais perto do que nunca, o filme chega aos cinemas em outubro. Vale lembra que o musical é um remake. Ele já ganhou três versões estreladas por Janet Gaynor (1937), Judy Garland (1954) e Barbra Streisand (1976) – e todas receberam indicações ao Oscar. Agora é a vez de Gaga arrasar com sua performance, voz e atuação.

 

Texto produzido por Kassandra Pooch durante o Estágio Obrigatório de Jornalismo na Rádio Mix.

SOBRE O AUTOR

Ana Szezecinski

Aquela do sobrenome complicado e que usa protetor solar 50. Jornalista.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.