Paródia do Oscar com Mulher Maravilha e Pennywise brinca com falta de indicação de filmes

O grupo musical de comédia The Lonely Island (TLI) lançou uma paródia da música oficial do Oscar ontem (05). Brincando […]

O grupo musical de comédia The Lonely Island (TLI) lançou uma paródia da música oficial do Oscar ontem (05). Brincando com a cara de seriedade dos críticos e seus filmes “bem avaliados”, o TLI fez a música “Why Not Me”critica a falta de atenção que os filmes blockbusters que nós, réles mortais amamos tem durante a premiação mais importante do cinema.

Ora, se Harry Potter (2001-2011) e Homem de Ferro (2008-2013) nunca ganharam NENHUM Oscar, tem que ter alguma coisa errada nessa premiação bando de mal amado. O argumento do grupo é que “se esses filmes são os que vendem mais pipoca, e todos amam pipoca, porque o Oscar não os quer?”

O vídeo tem três personagens principais e muito queridos da plateia em 2017: Mulher Maravilha, Thor e Pennywise, de It. Com piano e muito drama, dá uma olhada no refrão de “Why Not Me?” (Por que não eu?) :

“Do I not deserve a nomination?/ The reviews were raves, to be sure: ‘Fun for the family, look no farther than Thor./ Why not me? I left my family to fight for what’s right/ Saved the world from the devil below/ But I’m sure it was hard for Sir Daniel Day Lewis to learn how to sew.”

“Eu não mereço ser nomeado(a)?/ Se as críticas fossem sobre delírio, tenha certeza: ‘Diversão para a família, não longe de Thor”/ Por que não eu? Eu deixei minha família para lutar pelo o quê é certo / Salvei o mundo do demônio / Mas eu tenho certeza que foi difícil para Daniel Day Lewis aprender a costurar/”

Mas óbvio que não poderia faltar o blockbuster de terror It: a Coisa, baseado na obra de Stephen King. Criatura do capeta. Com uma voz assustadoramente engraçada, os músicos cantam:

“In All the Money in the World, they kidnapped one kid/ And they got a nomination; I killed hundreds/ I guess that’s what you get when you’re not ‘classically handsome’/ ‘Oscars so white,’ but I guess not for me/ I need to raise my quote, so I can finally fix my teeth/ Horror movies always get the shaft.”

“Em ‘Todo o Dinheiro do Mundo’, eles sequestraram uma criança / E ganharam uma nomeação; Eu matei centenas / Eu acho que é isso que se ganha quando você não é ‘bonito classicamente’ / ‘Oscar tão branco’, mas acho que não para mim / Eu preciso aumentar minha conta, então eu poderei finalmente ajeitar meus dentes / Filmes de terror sempre se ferram.”

Além deles, a paródia conta reivindicações de Oscar com Dominic Toretto (Velozes e Furiosos), Chris Pratt, Chris Evans (e outros 3 Chris), Michael Fassbender (Magneto de X-Men e ator de Snowman) e Aquaman.

Ainda que a legenda não tenha sido liberada ainda e com a justificativa de que a paródia não foi escolhida pela Academia devido ser “financialmente e logisticamente impossível”, dá uma olhada no vídeo:

 

 

Formado pelos americanos Akiva Schaffer (escritor do programa Saturday Night Live), Jorma Taccone (O Elo Perdido, 2009), e Andy Samberg (Peralta, de Brooklyn 99), o nome do grupo vem de um pequeno quarto onde se alojaram durante meses, o hotel Lonely Island. Os três lançaram o filme Popstar: Never Stop Stopping (Popstar: Nunca Pare de Parar, tradução literal), em 2016, e em abril do ano passado apresentaram um provável enredo de projeto novo.

Meu Deus, você está sendo tão ruim. Faça mais.

Fonte: Rolling Stone

SOBRE O AUTOR

Ana Szezecinski

Aquela do sobrenome complicado e que usa protetor solar 50. Jornalista.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.