PUBSTOMPS – Como as comunidades fãs de games estão transformando o cenário de e-sports

A indústria dos games lucra ainda mais do que a do cinema, graças aos fãs.

Há cerca de um ano atrás eu redigi uma matéria analisando o cenário de e-Sports ao redor do mundo e como o Brasil (e especificamente o Rio Grande do Sul, estado em que resido atualmente) vem reagindo frente a este cenário.

Obviamente há uma série de aspectos que definem a expansão ou retração do cenário gamer em uma região, mas gosto de usar como parâmetro base para comparar este movimento anualmente três elementos: categoria (uma vez que a indústria de games é tão segmentada quanto a do cinema); investimentos e a organização das comunidades gamers em torno disso.

No cenário competitivo que movimenta a comunidade em torneios e eventos periféricos para acompanhar estas disputas a nível profissional, algumas categorias se destacam por sua própria natureza: modalidades shooter (jogos de tiro como a franquia Counter-Strike),  card games (jogos de card colecionáveis como Magic The Gathering e Hearthstone), jogos de estratégia em tempo real (como a franquia Starcraft) e principalmente os MOBA (jogos em formato arena para combate de times com múltiplos jogadores). Estas categorias tendem a manter uma predominância nesse cenário competitivo por tradição, mesmo adaptando-se tecnologias e plataformas (como os jogos em formato arena de batalha multijogadores adaptados para mobiles como PUBG PlayersUnknown’s Battlegrounds e Fortnite) e acabam os longo dos anos formando uma base de fãs gigantesca.

Consequentemente as empresas (especialmente as de tecnologia e inovação) investem no patrocínio e exploração destas marcas, bem como os fãs e jogadores que investem nestes games adquirindo produtos ou por recompensas e acabam fomentando a economia em torno destes eventos. Portanto o orçamento dos eventos e principalmente os chamados prize pools (premiações em dinheiro acumuladas pagas aos vencedores dos torneios oficiais) são excelentes parâmetros para entender a dimensão desta base de fãs e o quanto estão dispostos a investir em seus games favoritos.

E estes números são realmente impressionantes, os torneios oficiais dos jogos de arena de batalha multijogadores mais populares acumulam cifras expressivas: o popular League of Legends tem pago nos últimos dois anos prêmios em torno de 5 milhões de dólares aos vencedores dos torneios oficiais, enquanto o tradicional DOTA 2 contabiliza até o momento uma premiação em dinheiro aos campeões de seu torneio oficial um total de US$ 25.248.000,00. Sim, o The International DOTA 2 Championships deste ano acumulou mais de 25 milhões de dólares apenas em premiação (sem contabilizar todo investimento na organização e divulgação do evento).

As comunidades fãs destes games por consequência continuam acompanhando ano após ano este cenário competitivo cada vez mais disputado com novos times e jogadores se organizando profissionalmente para disputar esses prêmios robustos. O Brasil vem emulando com sucesso as boas práticas iniciadas em países asiáticos onde a cultura gamer é mais popular, com empresas patrocinando jogadores profissionais e acompanhamento de treinadores. Tem sido comum até mesmo o recrutamento de jogadores de elite de outros países, como acontece em outros cenários esportivos tradicionais como o futebol.

Aqui no Sul do Brasil e no restante do país, as comunidades gamers vem se organizando em modelos já populares em todo mundo até hoje: os chamados “Pubstomps” são eventos organizados amadoramente por fãs ou empreendimentos gamers para acompanhar os principais torneios, torcer em grupos, fazer contatos e sobretudo se divertir com outros fãs.

Locais como lan houses, esportes bares, tabulerias e casas de jogos, pubs, restaurantes, hotéis, ginásios de esportes, cinemas e pavilhões (praticamente qualquer lugar que possa abrigar esse público e transmitir os torneios) são muito utilizados para organização destes eventos que além de acompanhar os torneios oficiais geralmente tem uma grade própria de atividades (seus próprios torneios internos onde os presentes podem participar, lojas, sorteios, oficinas e outras atividades relacionadas ao universo gamer e geek).

Sites como o https://www.barcraft.com/ listam eventos pubstomps locais onde você pode comparecer e se divertir com os amigos (até mesmo ir sozinho e fazer amizade com outros fãs destes games como você).

E talvez muitos não tenham se dado conta da importância de eventos locais e amadores como este, mas são estes eventos que fortalecem o cenário mundial captando localmente mais fãs e participantes, inspirando novos jogadores e permitindo que estes se conectem em comunidade para compartilhar experiências e formar novas equipes.

Para fãs de games interessados em conhecer e participar de eventos como estes, a eSportsPOA estará realizando neste sábado dia 25 de Agosto de 2018 um pubstomp em Porto Alegre com a transmissão ao vivo do International 8 de Dota2. Além da transmissão do oitavo campeonato mundial de Dota2, o evento também terá um campeonato interno X1 MID de Crystal Maiden com uma cadeira Pichau Gaming modelo Tippler, além de sorteio de mais de mil reais em prêmios para os presentes (incluindo uma réplica do troféu Aegis of the Immortal, uma Arcana, periféricos e brindes diversos em parcerias com as lojas Hardstore, Pichau Arena e NoobFeliz).

Link para inscrição online obrigatória para o Campeonato X1 de Crystal Maiden: http://bit.ly/TI8campX1

Link para o evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1791085587595732/

Pubstomp The International 2018 Dota 2 – Porto Alegre

25 de Agosto 15 horas

Local: Lends Club – Rua Lopo Gonçalves 327 Porto Alegre RS

Ingressos: R$ 10 pelo link https://loja.lends.com.br/produto/dota-2/ e sócios Lends. R$ 15 na hora.

SOBRE O AUTOR

Ricardo Nishida

Nerd level 33 Supervisor Comercial e Consultor de Marketing. Joga Hearthstone e Starcraft 2 antes de dormir. Fã de Marvel e games survival horror. Escreve reviews de games, filmes e quadrinhos quando sobra um tempinho. Quer ser piloto de Mecha quando crescer.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.