Queer Eye volta para te ensinar a ser fabuloso

Sim, queridinha, eles voltaram. Com muito estilo, poses e guacamole, Queer Eye lançou sua segunda temporada na Netflix. Após a primeira temporada […]

Sim, queridinha, eles voltaram. Com muito estilo, poses e guacamole, Queer Eye lançou sua segunda temporada na Netflix. Após a primeira temporada viciante de 8 episódios, os nossos 5 gays favoritos retornam com mais mudanças de vida e autoestima para reles mortais.

 

Os Fab 5 são compostos por cinco homens muito bem sucedidos: Bobby Berk, Karamo Brown, Tan France, Antoni Porowski e Jonathan Van Ness. Sua tarefa parece simples, mas não é. Transformar um guarda-roupa ou um estilo de ser poder ser difícil, ainda que possível. Mas o show não se foca em uma área só, ele propõe dar chances para melhorar TODA uma vida. Como? Desenvolvendo novas ideias para uma pessoa “sofrida” em seu guarda-roupa, casa, culinária, social e estética.

O primeiro show (de 2000), tinha a ideia de lutar por tolerância. Este, luta por aceitação. Enquanto os Fab 5 auxiliam a existência de alguém, eles compartilham seus medos, vitórias e histórias de superação. No final de cada episódio, eles ainda te dão dicas para que você possa melhorar também. É muito amor.

Mas atenção: esse não é um show só para a comunidade LGBT. É para qualquer um que quiser dar boas risadas e dar um boost na autoestima. Acredite, homens héteros também gostam desse reality show só não vão te falar. As pessoas que receberam intervenção são muito diferentes: já teve um bombeiro, um gay (que não tinha se revelado ainda para a família e sofria muito com isso), um comediante (sem graça), um gringo idoso (com cara de papai noel) e um indiano recluso.

 

Com a estreia, não faltou comentários dos fãs. Como essa menina, que resumiu os super-poderes de cada um como “Jonathan: aqui está seu cabelo novo! Karamo: aqui está uma ajuda com sua vida social! Tan: aqui está seu novo guardaroupa! Bobby: aqui está sua nova casa! Antoni: aqui… como preparar abacates!”

 

E a mensagem de vida desta: “talvez todos nós devêssemos para de esperar por alguém chegar e faça um Queer Eye em nós, e encontrar a motivação e força para NÓS MESMOS sermos Queer Eye”.

 

Então corre lá e dá um jeito na sua vida. E olha a segunda temporada <3

SOBRE O AUTOR

Ana Szezecinski

Aquela do sobrenome complicado e que usa protetor solar 50. Jornalista.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.